Segundo semestre de 2020 e a Lua Cheia de julho.

Published by lea.beatriz on

A Lua Cheia é o momento em que o Sol e a Lua se encontram opostos no céu e, para a astrologia, essa oposição representa uma tensão entre as energias representadas por cada um desses astros. Na fase da lua cheia a Lua costuma trazer alguns questionamentos e o Sol traz a consciência e possíveis respostas para suprir as inseguranças, as necessidades ou problemas sensibilizados por essa Lua. Neste dia 05 o Sol se encontra em Câncer e a Lua em Capricórnio, signo complementar oposto de Câncer. No entanto, apesar de os Luminares (Sol e Lua) serem os astros mais importantes de se interpretar em um mapa de plenilúnio, neste momento existem outros aspectos astrológicos importantes de serem citados, como o retorno de Saturno ao signo de Capricórnio e a entrada de Marte no signo de Áries.

Primeiramente, será abordado Saturno. Esse astro estava no signo de Aquário, e, por estar em movimento retrógrado (movimento aparente para trás), retornou, no dia 03 de julho, ao signo de Capricórnio. Esse fato é importante porque Saturno volta a somar forças com Júpiter e Plutão que ainda se encontram neste signo. Esse “encontro” traz um clima de cobrança, de responsabilidade, de respeito ao conhecimento adquirido, de respeito à hierarquia, e acaba trazendo, também, muita pressão para que cada um responda por suas escolhas e decisões. Também favorece diversos tipos de limpeza, como a limpeza estrutural: derrubando o que está velho e não serve mais; e a limpeza material: permitindo a conexão com o essencial e cortando o que é supérfluo ou está em excesso. Portanto, até meados do mês de dezembro será favorecido aquele que responder com responsabilidade, com coerência, com planejamento, com competência e estiver ciente de que é o momento de entrar em contato com o que lhe é essencial e construir suas novas bases de suporte para esse novo tempo. Em dezembro, Júpiter e Saturno entram juntos no signo de Aquário e será, então, um momento de renovação e de investir na criatividade e na inovação.

Um segundo ponto interessante é a entrada de Marte no signo de Áries, que aconteceu no dia 29 de junho, e que permanecerá nesse signo até janeiro de 2021. Marte em Áries traz uma bela oportunidade de se conectar com a força vital, com a coragem, com o poder de ação e decisão, no entanto, essa força do fogo cardinal é impulsiva e de difícil domínio, o que acaba favorecendo, também, as discussões, as brigas e, por Mercúrio ainda estar retrógrado, os grandes mal-entendidos. Com isso, torna-se interessante manter-se atenta, principalmente até o dia 12 de julho, quando Mercúrio retorna ao movimento direto, para evitar situações explosivas ou que costumam gerar conflitos, inimigos e problemas. Procure utilizar essa energia para se conectar com o seu propósito de vida ou com algo que você tem uma vontade imensa de realizar.

Finalmente, a Lua Cheia. A Lua, que simboliza a nossa sensibilidade, em Capricórnio, costuma nos motivar para autocobrança, para o “ter que dar conta” e, principalmente nas mulheres, por serem culturalmente cobradas a respeito da criação dos filhos e manutenção da vida e da casa, no período de Lua em Capricórnio costumam sofrer uma pressão maior e maiores exigências de responsabilidades. Portanto, é importantíssimo que nos dias próximos (anteriores e posteriores) a este plenilúnio as mulheres se protejam e evitem se punir em autocobranças desnecessárias. Como trazido anteriormente, o Sol, nesse momento, ilumina essas questões trazidas pela Lua, e o Sol em Câncer simboliza o autocuidado e o cuidado com o outro, traz a importância de olhar as características individuais do ser humano, traz a importância de se perceber dentro de toda essa situação, a importância de sentir e se conectar com suas emoções. E, indo um pouco mais fundo, este é um momento interessante para se analisar essas emoções, tentar compreender o porquê de se estar sentindo isso e o que pode ser feito para melhorar ou para que situações incômodas não se repitam.

Caso o momento esteja muito pesado pra você, tente se conectar com as suas qualidades mais positivas, com aquilo que você está trazendo pro mundo com beleza, com amor, com presença, seja na criação de seus filhos, seja ao auxiliar pessoas, seja na colaboração de um projeto, na sua participação dentro da sua família e tantas outras formas de se colaborar com o desenvolvimento humano. Lembre de tudo de bom que a humanidade já construiu, busque se conectar com as belezas e as dificuldades do “ser” humano, porque todos que estamos aqui nesse momento “escolhemos” passar por essa experiência magnífica e desafiadora que é a de vivenciar este planeta nessa forma humana, e que somos muito corajosos e dignos de admiração por termos encarado ser humanos.

E, para finalizar com um toque especial, um presente trazido por essa Lua Cheia. No momento da Lua Cheia o Sol realizará uma conjunção exata com o asteróide Vesta, permitindo que, no momento do plenilúnio, o contato com nossa essência sagrada, com nosso propósito de alma, com nossa chama vital esteja facilitado. Se tiver oportunidade, aproveite esse momento para alimentar e fortalecer essa chama e essa conexão com sua existência sagrada e com tudo o que se tornou sagrado pra você nesse período de adaptação ao “novo normal”. Certa de que a humanidade só caminha pra frente, agradeço pela minha e pela sua existência.


0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *